quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Plaqueiros - resquícios e histórias paulistanas


Como paulistano tenho uma relação de amor e ódio com o centro de São Paulo. Decadente e fascinante. Seus prédios antigos, de uma arquitetura rebuscada mostram a beleza de uma época que passou. Impressiona o verdadeiro formigueiro humano que circula pelos seus calçadões todos os dias em busca de emprego, indo às compras em lojas populares, os vendedores ambulantes que enfestam a região em meio aos mendigos estirados no chão, enrolados em cobertores imundos. Neste cenário caótico, triste e impressionante, quase invisíveis se misturando à paisagem cinzenta e às pessoas apressadas, estão os plaqueiros...

Ensaio de Zé Carlos Barretta em Punctum.

Um comentário:

Armando disse...

Personagens como esses, que são quase invisíveis em meio a inundação de imagens e informação de São Paulo, merecem um retrato digno. Ainda bem que temos fotógrafos atentos a isso!