segunda-feira, 31 de março de 2008

Mary Moon, amigos e uma leica





Parecia um dia como outro qualquer até o telefone tocar ao meio dia, era Adrian grande amigo de Sampa que estava em brasília.
"Aí, hoje tem festa no Dulcina leva uma câmera pra mim."
"Serve uma leica?" eu respondi.
Durante o dia o telefone tocou outras vezes em lugares diferentes, tudo para que algumas pessoas terminassem a noite felizes e contentes ao som de Mary Moon.

"Fotografar é preciso, viver também é preciso!"

Fotos: Armando Salmito

3 comentários:

Isabela Lyrio disse...

Po, que saudades, seus tira'onda... Fiquei com vontade de estar nessa festa com vocês.
E faz muito tempo que eu nao sentia muita vontade de estar em Brasìlia :)

Nicole Carvalho disse...

Oi! Boa Tarde! Por acaso tu faz fotojornalismo ou alguma coisa relacionado a jornalismo?
Vi que tu tens um post do livro "A poética do banal". Estou lendo e gostaria que tu me desse algumas idéias. Obrigada, desculpa a invasão.
Nicole

nicole carvalho disse...

Meu blog é nicolepostone.blogspot.com